retratos do centro de portugal

castelo novo volume i

Sair da A23, mais 2 minutos, ver a placa a indicar o início da aldeia de Castelo Novo. Estacionar o carro e começar a subir as ruas desertas, mas cheias de carácter, continuar a subir, em jeito de caracol, ver a igreja, continuar a subir até à torre do castelo, parar, ser o dia a cair, sentir o ar frio a entrar nos pulmões e suspirar por estar num lugar assim. Tal simples e tão belo.

O topo do castelo de Castelo Novo é um lugar idílico. Uma paisagem a perder de vista que se confunde com a torre e muralhas. Ver, lá em baixo, a vida da aldeia, as luzes a acender, o fumo das lareiras, os lavradores a chegarem das suas quintas, o sino da igreja a tocar e, lentamente, assistir ao movimento de peregrinação. É delicioso.

Fiquei por ali, sozinho, algum tempo. Parece que não passou, o tempo. 

2019

Esta história pertence ao projeto Retratos do Centro de Portugal. 365 retratos, 365 pequenas histórias, sobre o que faz da região Centro de Portugal um lugar diferente. Podem consultar todos os retratos aqui.

HISTÓRIAS RELACIONADAS

HISTÓRIAS RELACIONADAS

FONTES

CAMBAS

AGROAL

facebook  /  instagram

O Meu Escritório é lá Fora!, todos os direitos reservados © 2020

Share This