retratos do centro de portugal

a mítica via dolorosa

Via Dolorosa. Este retrato não representa a Via Dolorosa original. Representa a via sacra dos Valinhos, em Fátima, que liga Aljustrel à Cova da Iria. É uma réplica, com 14 estações, da mítica Via Dolorosa da cidade velha de Jerusalém. Já percorri todos os metros das duas, mas desde que conheci a original, todas as vias sacra passaram a ter um significado e uma perspectiva diferente.

A Via Dolorosa de Jerusalém, representa o caminho onde Jesus Cristo carregou a cruz, até ao Santo Sepulcro. 14 estações, que representam 14 momentos históricos. Hoje, 9 estações estão visíveis na rua da cidade velha, 5 estão presentes no interior da basílica do Santo Sepulcro. Já toquei em todas as estações. É um lugar marcante e inesquecível, daqueles que provoca aquele leve arrepio na espinha.

A via sacra dos Valinhos, uma espécie de representação da Via Dolorosa, tem 15 estações. Desde Aljustrel até ao Calvário Húngaro. Representa o caminho percorrido pelos pastorinhos desde Aljustrel até à Cova da Iria, entre bonitos campos de olival. Independentemente de qualquer questão de fé ou religião, um caminho líndissimo, que justifica cada metro de jornada.

2019

Esta história pertence ao projeto Retratos do Centro de Portugal. 365 retratos, 365 pequenas histórias, sobre o que faz da região Centro de Portugal um lugar diferente. Podem consultar todos os retratos aqui.

HISTÓRIAS RELACIONADAS

HISTÓRIAS RELACIONADAS

FONTES

CAMBAS

AGROAL

facebook  /  instagram

O Meu Escritório é lá Fora!, todos os direitos reservados © 2020

Share This